terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

uma cena medieval no seculo XXI


Esta é uma cena que eu considero tão medieval!Pessoas seguindo uma procissão, nem sei de que santo é; o sino da igreja da cidade não deixou ninguem em paz, so se pode ouvir uma musica em casa depois que terminou o cortejo, depois de muitas horas das pessoas perambularem pelas ruas, como automatas.Nem sei se o homem da carrocinha de sorvetes conseguiu ganhar algum dinheirinho.Como a minha residencia fica numa rua central, não pude escapar de ver, e pior, ouvir o sino.Isto se passou no final de 2008 aqui em Valença, Bahia.
Posted by Picasa

4 comentários:

Beth/Lilás disse...

Quando vejo algo assim, só consigo me lembrar da música fantástica de Zé Ramalho - Vida de Gado.
É mesmo um povo marcado que foge da ignorância, apesar de estar tão perto dela.
bjs cariocas... quentes


Ah! Se vc quiser participar do Bloco dos Blogs que tô promovendo lá no meu pedaço, tente achar uma foto sua de quando era criança no carnaval.
Vai ser legal relembrar isto!

olhodopombo disse...

Bete/Lilas,
sim este povo me faz mesmo lembrar a musica do Ze Ramalho,,,,
dificil sair do reino da ignorancia, quando um paternalismo encobre falsamente as situações...

direitinho disse...

Não sou defensor de festas e romarias nas aldeias do meu país e parece-me que com um pouco de boa vontade podemos e devemos aceitar tudo isso como expressão de tradições que se perdem no tempo e que já poucos pretendem colaborar para que essas situações não acabem de vez.
Só vai quem quer e um dia ou dois tambem se aguenta. Pior são as feiras anuais com os carroceis, circos, barracas de tudo ...
Aí o barulho é ensurdecedor e ainda assim muitos caminham e andam por alí, vivem 365 dias do ano metidos neste ambiente.

olhodopombo disse...

direitinho,
eu apenas fotografei, nem quando era eu criança e obrigada pela direção do colegio que estudava, a aprticipar destas tradições ,eu gopstava de coisas assim
me faz sentir uma coisa algo macabra....