sexta-feira, 20 de março de 2009

Sexta---Feira,

Eu gosto das sextas feiras,
e hOJE ja andei pelas ruas da cidade de Recife, fiz umas otimas fotos,comprei livros, tintas, linhas de bordar, papeis, tecidos,,,,,
e assim meu humor consegue suportar melhor as agruras familiares.E tambem hoje ate dei umas boas risadas com o papo da minha mãe, de 84 anos, dizendo que não suporta mais este homem com quem vive(meu pai),de 92 anos.....Eles são casados por mais de sescenta anos, seis filhos,dezesseis netos e quatro bisnetos e acham que não deveriam nunca terem se casado;
,,, meu pai, que alem da minha mãe ainda viveu vinte sete anos com outra mulher e tem tres filhos com ela e dois netos, diz que se soubesse que casamento seria assim não teria se casado com mulher alguma,,,,enfim,não posso dizer nada, nunca casei!

8 comentários:

Carla disse...

Fabulosa sua descrição de um dia bem passado. Amei. Bj e um bom fim de semana

Pedrita disse...

realmente engraçado um casal que viveu junto tanto tempo achar que ficariam melhor separados. uma avó confundia realidade e ficção, então volte e meia achava que um lord inglês tinha amado muito ela e partido. muito divertido tb. ela ficava feliz com essas confusões e era muito bonito ver tanta criatividade em uma mente com outros padrões de realidade. mágico. beijos, pedrita

direitinho disse...

Bonita idade e tambem casamento.
Poucos poderão festejar tão bonitas datas.
Cada um é livre de fazer as suas escolhas,mas se a escolha for acertada e responsável porque não vivê-la cada dia com maior intensidade...?
Vivo numa sociedade onde casar ou viver maritalmente é normal. Tudo faz parte da vida mas o mais importante é o amor que se vive pela pessoa que está ao nosso lado. Com quem dividimos a cama a comida o gosto e o desgosto em cada dia.
Sou casado pela Igreja Católica,dia 22/01/82 em Fatima.
Estou feliz e a minha Zezinha também.
Os meus meninos são de ouro puro. Cada dia é uma aventura para que nada nos falte em casa e vamos dividindo os nossos problemas todos os dias.
Não pode ser só um a lutar. Tem de ser os dois e nunca andar por andar e a acomodar-se naquilo que nos habituamos. Cada dia será uma primeira vez. Gostaria de amar com 80 ou 90 anos....

olhodopombo disse...

Carla,obrigada
eu tento fazer as coisas serem claras,
mas muitas vezes depois que publico sinto
que ficou algo fora do lugar

olhodopombo disse...

Pedrita,
quisera eu que a coisa por aqui tivesse ares de literatura de aventuras amorosas, seria algo em que eu me penduraria para descrever mais...

olhodopombo disse...

direitinho,
a historia dos meus pais eh uma historia de desencontros....
e nada facil de acompanhar.....

Renata Nogueira disse...

Cadê as fotos???Estão fazendo falta!
Beijão

olhodopombo disse...

Renata,
em breve colocarei as fotos.
esqueci o cabo da maquina digital em casa...