sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

um sono dos justos

As sete da manhã, ao passar pela avenida Sete, no centro da cidade de Salvador, capital da Bahia meu olhar foi aprisionado por esta imagem.
Em um sono justo ele simplesmente navega,
que importa que a cama seja embaixo de uma marquise, na calçada de um banco qualquer?
A sua amiga cachorra, não esta nem ai para os olhares indiscretos, toda arreganhada, acompanha
no sono um sonho, que quem sabe qual eh?

17 comentários:

Aura Sacra Fames disse...

Mais uma miséria do capitalismo, as desigualdades sociais são recorrentes neste sistema econômico, infelizmente ainda não criaram um alternativo, ou melhor não mudaram o egoísmo do ser humano.

Espero que tenha recebido o e-mail


Abraços
aurasacrafames.blogspot.com

olhodopombo disse...

O meu olhar foi pura e simplesmente para
a composição dormir/ao relento/cachorra amiga ali
colada, ambos sonhando a sono solto....
antes do sistema capitalista não havia isso?
ou isso tambem ja não seria a superpopulção no planeta? ou recorrente de vidas passadas? ou isso ou aquilo?
quem podera ao certo julgar?

Aura sacra fames disse...

A verdade é um fim inatingível, construímos apenas hipóteses, considerando que antes do capitalismo predominava aquilo que convencionou-se chamar de comunidade primitiva, não dessa forma será a resposta, sobre vidas passadas não comungo dessa crença. Sobre a minha postagem ela se refere mais a respeito do ateísmo e teísmo e as relações entre eles e não sobre religiões específicas. Já enviei o e-mail.

Abraços
aurasacrafames.blogspot.com

olhodopombo disse...

Aura sacra fames,
eu tambem nada sei...
apenas
o que se sente
as palvras muitas vezes não expressa a essencia,
por mais que eu goste das palavras....

direitinho disse...

Apesar da beleza deste quadro, o mesmo não deixa de nos sensibilizar para a pobreza existente por esse mundo.
Não vou culpar ninguem. Todos temos parte nestes quadros diários e ainda existem governos preocupados em esconde-la.
Hoje se tambem eu não estou na rua devo-o ao querer sempre trabalhar e lutar por alguma coisa melhor. Poupar nas coisas desnecessárias e canalisar tudo para uma casa, uma família e todos os dias estar atento às mudanças.
Já fui trabalhador rural, construção civil, empregado num aviário na Alemanha e hoje sou funcionário público. Amanhã se tiver de limpar as ruas não recusarei assim como outro trabalho.
O homem dignifica todo o trabalho que faz.
Nem é preciso ser doutor.
Tudo isto é uma pesada carga e não a podemos resolver se os próprios não querem resolver e sair da situação.
O que mais me doi são as crianças. Essas ainda não puderam escolher.............

Arantza G. disse...

No tienen donde dormir pero seguro que son más felices y tienen menos problemas.
Cuanto más tenemos más desgraciados somos.
Los paises y personas más ricas apenas sonrien, no saben.
La gente poderosa se cree que estar serio es una patente homologada por ellos.
Sin embargo este señor que duerme plácidamente junto a su perrita, cuando despierte abrirá su boca sin miedo y echará una risotada y jugará con el can.
Por unos dulces sueños.
Un beso.

o amanuense disse...

legais demais todas as fotos
pão vinho e velas gatinhos fazendo yin-yang imagens de outros tempos
deixo o comentário nesta por causa de minha bem sabida predileção por cachorros
é um retrato da vida na miséria
mas também é um retrato da vida e da paz que às vezes está onde menos se espera

Madu disse...

Não escolheria dormir assim. Penso que todo ser humano quer o seu aconchego. Se a terra é o paraíso sonhado por Deus para a sua criatura, essa imagem mostra que não chegaremos lá enquanto não correr a justiça.

olhodopombo disse...

Direitinho,
certamente que o trabalho dignifica o ser humano.
Tambem creio que seja ele, o trabalho, qual for, deve ser bem remunerado e respeitado.

olhodopombo disse...

Arantza,
se não fosse pela poluição, os vandalos, os mal feitores, certamente
poderiamos ser livres para dormir aonde quisessemos,
mas a realidade aqui eh bm outra,os mendigos não teem mais sossego, ha quem os atice fogo com gasolina enquanto dormem,,, muitas mortes ja ocorreram...

olhodopombo disse...

OAmanuense,
foi mesmo a cachorrinha quem me atraiu o olhar, depois o homem.
os dois certamente são seres que sofrem.....

olhodopombo disse...

Madu,
com certeza, todos os seres querem seu conforto.
eu apenas registrei a cena.
fico muito sentida de ver cada vez mais cenas como estas nas grandes cidades deste pais aonde nasci....

Arantza G. disse...

En este país también se ha dado algún caso de prender fuego a una persona que dormía en un cajero.
Qué pena, gente joven que para distraerse quita la vida a un ser que no les ha hecho nada.
Descerebrados hay en todos los sitios.
Besos.

olhodopombo disse...

Arentza,
o caso que mais foi divulgado na imprensa foi a de um indio que dormia num banco d epraça em Brasilia, a capital do Brasil.os cinco jovens de classe media alta,culpados e julgados foram libertados.

Arantza G. disse...

Ya sabemos lo que pasa con la balanza de la justicia...
En un lado están las leyes, en el otro el dinero.

olhodopombo disse...

Arantza, sim, e isso é bem triste....

azpeitia disse...

Me ha gustado mucho tu blog y tus fotografías..un beso muy grande desde la vieja españa de azpeitia