sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Quanta dificuldade!


Tudo começou quando eu resolvi fazer uma colagem para a capa de um trabalho da disciplina Documentação Museológica. A capa do Livro de Registros, ou livro do tombo. Peguei uma porrada de revistas das mais variadas publicações brasileiras para a tal atividade. Nosso Livro do Tombo (meu e da Carlinha) foi sobre um suposto MUSEU DE BRINQUEDOS. Nada demais. Uma ova! Eu queria ilustrar a capa com imagens tanto fotográficas, quanto desenhos com brinquedos ou com crianças e brinquedos, mas com uma variedade de crianças. As revistas brasileiras  não ilustram com imagens de pessoas negras e nem dos mestiços de pessoas negras. Caramba! Que dificuldade! Outra coisa: como as revistas direcionadas  às mulheres são RIDÍCULAS! Que bosta é essa no mercado editorial? As matérias só falam de suposto sexo (como se mulher só vivesse para essa atividade),e roupas. As roupas mais feias que já se produziu neste planeta desde que a indumentária foi inventada! Quando eu encontrava foto de criança brincando era sempre de criança "branca"; como se o Brasil fosse de fato um país de gente "ariana", e nas imagens meninos sempre lutando, e meninas olhando; meninas sempre com uma certa pose de sensualidade. Quanta gente tarada, pedófila existe nesse povo que cria matérias e fotos para pseudo/revistas! Os desenhos? Bizarros. Caracas, estamos mesmo carentes de qualidade imagética. E quanta gente fútil está fazendo acontecer na Imprensa!Socorro! Um verdadeiro pesadelo tomou conta do editorial do Brasil!

6 comentários:

Madu disse...

Essa luta vem de longe. Vivemos num país que nos ignora, nos invisibiliza. Nós negros não nos vemos representados, nem os brancos podem ver que há negros e seus descendentes. Essa mídia é tendenciosa e muito podre!

Pedrita disse...

eu adorava fazer colagens na infância. o 007 gosta muito de colagens e as dele são bem interessantes como a sua. beijos, pedrita

olhodopombo disse...

Eu também sempre fiz colagens. Desde a infancia. Até participei de uma exposição no Rio de Janeiro, numa galeria chic!

Viaje Comigo disse...

Vixe, como não tenho o menor saco de ver estas revistas, nem sei o que tem nelas de moda...kkkk
Estarei eu desinformada??

olhodopombo disse...

É só olhar as pessoas nas lojas dos shopings. E os personagens da snovelas ( eu não vejo mas sei que existem) ; as revistas ficam no banheiro; só lá elas são vistas. nos dentistas, médicos. aviões, sempre tem alguma publicação para a gente ver quanta merda se publica!

Viaje Comigo disse...

Bom, faz um tempinho que não vou a médico...kkkk, nem gosto de ir. Nos aviões ultimamente so encontro as informações de voo e às vezes as revistas de publicação da propria companhia. Vixe, Fátima, vou ver a novela "esse cara sou eu", assim me informo de moda...kkk